If you’re not mad, you’re not paying attention.

No final deste mês vou até à Polónia, participar num encontro de pessoas que trabalham e pensam nas artes e estão interessadas em fazer ‘reset’ ao sistema no qual estão inseridos. Vou ter oportunidade de partilhar parte da investigação que tenho vindo a desenvolver e que aqui em Portugal ainda não comecei a tornar pública e a discutir (chegará o momento). Também me pediram para ser agent provocateur de algumas mesas de debate. Acho que nem sabem que esse é o meu disfarce de carnaval favorito, é sempre fabuloso ter carta-branca para esbravejar. Adoro que me paguem para eu elaborar sobre as razões da minha fúria. More on that soon.

(Por falar em polacos, saiu há poucos meses a tradução da biografia do Kapucinski, na Assírio, mesmo a calhar.)


One thought on “If you’re not mad, you’re not paying attention.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s